O Gato Ticas, nos Trilhos do Ventor

O Gato Ticas na Rota de Apolo

Bem-vindos aos Blogs do Ticas, este vosso novo amigo na Blogosfera

Bem-vindos aos meus Blogs e aos do Quico e do Ventor!

Pilantras - o Ticas
Caminhando com o Ticas, caminham sempre com o Quico e com o Ventor
A Grande Caminhada do Ventor, Pelos Blogs do Quico e do Ventor
E agora com os Blogs do Ticas, continuamos todos a caminhar juntinhos
O Ticas nos Trilhos do Quico: observo o Ventor por todos

O Fotoblog do Pilantras: recordarei sempre o Quicas

Pilantras - o Ticas: recordarei sempre o Quicas

Venham connosco. A Grande Caminhada nunca acaba!
Outubro 04 2014

O Ventor diz-me que hoje é o nosso dia - o dia dos Animais. O dia de S. Francisco.

 

 

 S. Francisco de Assis

 

Eu e o Quico somos as belezas do Ventor. Ele diz-me que o Quico foi e, ainda é, uma das suas belezas e agora eu também sou.

O Quico foi um gato feliz, andando sempre com o Ventor a passear pela Net. A perdição do Quico eram as Montanhas Lindas do Ventor e outras. E a minha perdição também está a ser essa, onde posso visitar os nossos amigos!

 

 

 Quico - o gato do Ventor

Eu gosto muito dos animais que o Ventor coloca aqui quando os trás nas fotos.

Muitos de vós já sabeis que, um dia destes, eu desapareci. Saí para a escada quando a minha amiga Verónica dava brilho à porta das escadas. Depois ouvi fechar a porta e caminhei nas escadas para baixo e para cima, chamei mas a Verónica devia estar a limpar as varandas e não me ouviu. Depois subia da cave e um homem entrou com sacos das compras que me quis pôr fora das escadas. Disse à nossa vizinha que entrei quando abriu a porta. Eu não queria sair mas eles puseram-me fora.

 

Fui escorraçado da nossa casa por gente que não gosta de gatos.

Caminhei perdido pelo Parque Aventura mas sempre de olhos nos choupos. Foi ali que o Ventor e a minha Dona me encontraram. A minha fome era muita e eu tinha de vir aos choupos onde poderia encontrar comer. O Ventor ia voltar ao rio e um vizinho disse: "venha por aqui que está aqui um gato parecido com o seu". O Ventor desviou-se e chegou à minha frente. Eu fiz marcha atrás e escondi-me na mata de flores. Eu ainda ouvi o Ventor dizer para eles: "este deve ser o Pilantras". Passou para trás de mim para eu sair pelo lado da minha Dona mas, eu saí pelo lado dele numa correria louca direito ao rio. Ele ficou contente por me ver porque achou que era eu mas, não acreditava que eu lhe fugisse! Parei junto ao parapeito de madeira junto ao rio e estava lá o meu "inimigo" que disputava comigo o domínio do território que há dois anos, atrás, era meu.

O Ventor correu atrás de mim para me ver melhor pois era de noite e, de noite, como dizem, todos os gatos são pardos! Encontrei lá o outro e preparei-me para a luta já o Ventor estava a meu lado. Como o Ventor e a minha Dona têm dado de comer ao outro, um gato abandonado ou, com um azar igual ao meu, tive medo e fugi. Fui-me esconder no meio da folhagem e a minha Dona colocou-se do lado da estrada para eu não fugir para lá, o terror de todos os gatos.

 

A foto que o Ventor me tirou na noite do nosso reencontro quando cheguei a casa. Tinha menos meio quilo

 

A minha Dona chamou-me: "Pilantrinhas, chaninho, anda cá meu menino". Eu mantive-me escondido mas ouvia com insistência a minha Doana a chamar-me e, aquela voz, era a vós que eu conhecia há cerca de 28 meses, quatro meses em que ela me matava a fome, junto dos choupos e 24 meses de uma vida feliz em casa. O Ventor chegava e dizia que eu, quase de certeza absoluta, era o Pilantras. Quando ele chegou eu saí do meio da mata de flores, meti a cabeça de fora e dirigi-me para a minha Dona. Ela agarrou-me e fomos os dois para casa a choramingar com o Ventor atrás. Quando o Ventor abriu a porta e eu me encontrei ao colo da minha Dona, nas nossas escadas, senti-me o gato mais feliz do mundo.

Agora o Ventor contou-me quanto sofreu, de noite e de dia, à minha procura. Ele disse-me que pediu a todos os Deuses e Santos para me guardarem. Pediu ao Santo António para me guardar como lhe guardava as vacas nas montanhas de Adrão. Pediu à Deusa egípcia dos gatos, Bastet, para me pôr no caminho dele. Agora diz-me que foi a Deusa Bastet que me trouxe para casa, porque ele lhe pediu!

 

 

A minha Dona, tal como o Ventor, gostam muito de todos os nossos amigos e de mim. Foi assim que caminhamos para casa, na quinta-feira à noite 

 

 

Como poderia eu não atender aos rogos da minha Dona?!

 

Hoje, dia de S. Francisco, o nosso dia, estamos juntos e felizes. O Ventor disse-me que se tivesse dinheiro suficiente comprava um espaço onde meteria todos os gatos abandonados da Amadora e onde o comer e a água nunca lhes faltasse. Os gatos abandonados ou perdidos, embora não se deixem apanhar, porque sabem que há pessoas más, olham para as pessoas com amor. Foram sete dias terríveis para o Ventor e ele disse-me que as pessoas que dão de comer aos cães e aos gatos da rua são as melhores pessoas do Mundo.

 

 

 

publicado por Pilantras às 13:28

Olhai os Cravos
Porque deixamos morrer os cravos?
Os Penudos do Ventor

O Ventor, tal como sempre, continua a caminhar bem junto dos seus amigo. Neste caso, alguns penudos.

São uma beleza, estes amigos do Ventor.

veja como Slideshow

Caminho aqui, com o Ventor e os filhos do Sol

Playlist de Músicas que me contam histórias, no Portal Quico Ventor

Veja, neste link, como o Pilantras apareceu na vida do Ventor

O "Ticas" nos Trilhos do Ventor

O mundo é uma complicação

Seja o mundo dos homens, seja o mundo dos animais, quando uns tentam descomplicar, aparecem outros logo a complicar mais.

A conclusão que eu já tirei, desde que estou junto do Ventor, tem sido isso.

O Ventor diz-me que a complicação, de momento, está em tudo mas, o pior está a ser a austeridade. O Ventor diz-me que não posso estragar nada, senão não vai chegar para os meus amigos. Ele diz-me que temos de partilhar com todos os vira-latas que vão procurando comida por aqui. Essa eu aprendi porque, essa, foi a minha escola - a austeridade!

Por isso, para tentarmos saber os males, desde a raíz, aceitei dedicar-me a observar a História. Daí, procurar coisas novas e seguir a O Ventor e o Passado pelos trilhos que o Quico seguiu e ver tudo o que ele escrevia sobre o Ventor em África. Não vou deixar, tal como fez o Quico, que o Ventor esqueça a África. Também tentarei penetrar nos velhos trilhos da Os Trilhos da Memória. Ele continua a caminhar por aí!

As minhas Músicas no Youtube
**********************************************************

Uma Flor de Adrão

As flores, como me diz o Ventor e o Quico dizia pelos seus Blogs, como tenho visto, são maravilhas deste mundo. O trabalho que nos apresenta as belas flores, é feito pelo nosso amigo Apolo, e com as benesses do Senhor da Esfera.

Para me falar das flores, como estas que há aqui pelo nosso jardim, o Ventor apresentou-me esta beleza azul. O ventor desencantou-a num sítio da serra de Soajo, a que as pessoas chamam Corga da Vagem.

Reparem bem nesta flor! Diz o Ventor, tal como terá dito ao Quico que dentro desta flor está a sua mãe com ele ao colo. Reparem na zona escura, dentro das pétalas!
**************************************************************

Links dos nossos Blogs

Os Blogs do vosso amigo Pilantras
Pilantras - o Ticas - O Ventor, chamou-me, na minha caderneta, Quico Pilantras, mas no dia a dia, quando manda vir comigo, se faço uma coisa mal feita, chama-me Pilantras e se está bem disposto, chama-me Ticas!Aqui, tentarei falar-vos de tudo, um pouco.
Pilantras, nos Trilhos do Ventor - Aqui, vou tentar acompanhar o que o Ventor vai fazendo durante o decorrer da sua (nossa) vida. Não pensem que vai ser fácil!
Pilantras, nos Trilhos do Quico - Neste blog, irei, aos poucos, tentar acompanhar os meandros em que o Quico se metia. Darei continuidade à sua Grande Caminhada e, através dela, tentarei falar de males da História, que sempre apoquentarem o mundo.
O Fotoblog do Pilantras - Por este Blog, farei, com o tempo, passar fotos de flores, de animais e mais motivos, que me pareçam de inteesse, para mim e para o Ventor. E, claro, esperarei que também vão agradando a alguns dos nossos amigos.
*******************************************************
Os Blogs do velho Quico
A Arrelia do Quico - O blog que o Quico dedicou aos seus amigos e denuncou o mundo todas as suas arrelias, originadas neles.
Os Amigos do Quico - Este é o blog que o Quico dedicou, especialmente, aos seus amigos. Aqueles que ele chamou "os filhos do Sol".
Fotoblog do Quico - neste blog o Quico colocava as fotos dos seus amigos que o Ventor trazia para casa.
Ventor em África - Por qui, o Quico colocou muitas das histórias que o Ventor lhe contava das suas caminhadas africanas. Vivendo as Memórias foi o que o Ventor fez com o Quico, recordando vinte e seis meses pelo Continente Negro.
O Ventor e o Passado - Foi a caminhada de todas as caminhadas. Dizia o Quico para o Ventor: "se tu caminhavas tanto, se perdes tantas horas de dia e de noite, com geografias e histórias que os humanos levaram à morte de milhões daqueles que constituem a sua própria espécie, só nos os dois, para nós e para o mundo, vamos com toda a calma, chamar-lhe a Grande Caminhada.
******************************************************
Os Blogs do Ventor
Adrão e o Ventor - Adrão é o berço do Ventor. Foi lá que ele nasceu e viveu os primeiros 15 anos da sua vida. É o blog onde o Ventor fala de si e da sua gente e dos seus lugares de sonhos.
Os Trilhos da Memória - Sempre que o Ventor ia fazer uma caminhada, quando chegava, sentava-se escrevia e falava de tudo ao Quico.
Flores da Vida - As flores que têm acompanhado o Ventor nos últimos anos. O Ventor chamou-lhes, inicialmente, Flores de Inverno porque era Inverno quando o Ventor recomeçou a admirar as flores.
Planeta Azul - Este é o Blog que o Ventor dedica aos temas do nosso Planeta Azul. Uma beleza na nossa Esfera.
Páginas Brancas - Um blog que o Ventor dedicou à classe dos sujos - os políticos!
Rádio Ventor - Este é o blog que o Ventor dedica às músicas para a sua Rádio. O Ventor e o Quico gostavam de música, mas a mim, entra-me por um ouvido e sai-me pelo outro!
Montanhas Lindas - Um dia o Ventor caminhou pelas suas montanhas e chegou à conclusão que, por tudo que já tinha visto, as suas montanhas já eram as mais lindas de todas.
Fotoblog do Ventor - É um espaço onde o Ventor achou por bem, colocar algumas das suas belezas.
Fotoblog de Flores - Neste espaço, o Ventor disse que iria colocando e falando de flores que encontrasse pelas suas caminhadas.
****************************************************************
mais sobre mim
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


subscrever feeds
blogs SAPO

 
________________________________________________________

Foto de fundo neste Blog: o dragão chinês