O Gato Ticas, nos Trilhos do Ventor

O Gato Ticas na Rota de Apolo

Bem-vindos aos Blogs do Ticas, este vosso novo amigo na Blogosfera

Bem-vindos aos meus Blogs e aos do Quico e do Ventor!

Pilantras - o Ticas
Caminhando com o Ticas, caminham sempre com o Quico e com o Ventor
A Grande Caminhada do Ventor, Pelos Blogs do Quico e do Ventor
E agora com os Blogs do Ticas, continuamos todos a caminhar juntinhos
O Ticas nos Trilhos do Quico: observo o Ventor por todos

O Fotoblog do Pilantras: recordarei sempre o Quicas

Pilantras - o Ticas: recordarei sempre o Quicas

Venham connosco. A Grande Caminhada nunca acaba!
Agosto 11 2013

 

«Escambrão! Era assim que lhe chamávamos em Adrão», conta-me o Ventor.

São histórias como as que contava ao seu amigo Quico.

 

O nome oficial destes arbustos é: "crataegus monogyna"! Vale mais chamar-lhe "escambrão" como a gente de Adrão e o Ventor. Tem acúleos muito fortes. Picam e rasgam a roupa num ápice. É preciso grande treino para caminhar num jardim de escambrões, como o "jardim do Grilo", nos anos 50!

 

"Tem cuidado Ventor, com os escambrões"!

 

 

Este espinheiro-alvar, escambrueiro, ... ou crataegus monogyna, é uma das belezas do meu rio

 

«Era assim que a minha mãe dizia quando eu tinha de ir buscar as vacas, junto ao rio, lá no fundo do Grilo, entre o Eido e a Açoreira. À sombra dos escambrueiros, as ervas eram apetitosas para as vacas, em determinadas épocas do ano, especialmente pelo Outono dentro, após as primeiras chuvas. Era nessa altura que eu ia tirando e petiscando os frutinhos dos escambrueiros».

 

Esta é uma história que o Ventor me contou, sobre um arbusto que há aqui junto ao nosso rio. A esse arbusto, muitas pessoas chamam vários nomes, conforme as suas regiões. É um arbusto que este vosso amigo Pilantras conhece bem pois já dormi várias sonecas à sua sombra, junto ao nosso rio e, se algum cão embirrava comigo por lhe tirar a sombra, eu fugia para os buracos ali perto, na margem do rio. Nessa altura, já o Ventor me chamava Pilantras e ainda eu não sabia que viríamos a ser grandes amigos e partilharíamos o comer, a cama, as cadeiras, os sofás, os computadores, ... Tudo!

 

 

Estes são os seus frutos, os pilritos, ... uma bela despensa para os amigos do Ventor, como o Tobias, os gaios e demais passarada. Só por isso e pela sua beleza, vale a pena velarmos por eles

 

Por isso, e recordando os tempos em que o Ventor vivia uma vida um pouco parecida com a minha, dos meus primeiros tempos, hoje apetece-me falar deste belo arbusto que nos oferece flores branquinhas ou com uns tons rosa, tão lindas que parecem noivas a caminho do "enforcamento"!

 

As flores dos espilriteiros são das primeiras a aparecer e, diz-me o Ventor que, em várias zonas do país, já o Inverno deixa os espilritos floridos para fazerem uma bela recepção à sua mana Primavera. É, talvez, o primeiro arbusto florido que o Ventor fotografa todos os anos. Ele já dizia ao Quico e agora a mim, que as flores são eternas mas, apenas, na sua renovação porque, todos os anos elas nascem e morrem.

 

 

As suas flores branquinhas ou raiadas de rosa, sobre aquelas belas folhas de um verde lindo, são uma das muitas belezas deste mundo

 

Voltando às histórias do Ventor, ele continua:

«Nós, os putos de Adrão, tínhamos os nossos trabalhos e, as vacas, as ovelhas, as cabras, de modo geral, eram prioritárias para além da escola. Naqueles tempos, os espilritos por baixo do caminho do Grilo, até ao rio, eram tantos que aquela encosta parecia um jardim todo florido de branco. Como eu andava muito por lá, levava uma foice e abria caminhos para chegar insuflado ao destino. Sim, porque com aqueles acúleos (picos), cada furo podia esvaziar o ventre do Ventor.

 

No tempo dos frutinhos maduros, no Outono, o Ventor ia trincando um ou outro e às vezes era uma mão cheia deles. Esses frutinhos são um pouco enfarinhados, quando bem maduros e, a minha mãe dizia-me para não comer muitos que podiam fazer mal.

Hoje o Ventor sabe porque a sua mãe e o seu pai lhe diziam isso e eles nunca tiveram a informação que o Ventor tem hoje dessas coisas. Uma vez, o Ventor ouviu na rádio um engenheiro agrícola falar dos espilritos e, então, ficou a saber que, segundo o tal engenheiro, o espinheiro-alvar, o nosso escambrão ou "crataegus monogyna", dá remédios para doenças cardíacas. Por isso, podem provar à vontade os "perinhos" dos escambrões mas não abusem porque eles, tal como as flores e as folhas podem provocar aceleramento cardíaco e sei lá que mais.

 

 

Os seus frutos, alimentam a passarada e todos os que os saibam comer com moderação

 

Com uma colher de flores ou de folhas ou de flores e folhas dos escambrões, 3 vezes ao dia, podemos ajustar a pressão arterial, e a circulação sanguínea, etç. Não esqueçam que os sabichões de hoje aprenderam tudo com pessoas que só sabiam o que a experiência lhe foi ensinando.

 

Hoje, o Ventor olha os escambrões deste mundo e continua a admirar as suas flores como uma das coisas belas das encostas de certos monte e dos nossos jardins.

publicado por Pilantras às 19:57

Olhai os Cravos
Porque deixamos morrer os cravos?
Os Penudos do Ventor

O Ventor, tal como sempre, continua a caminhar bem junto dos seus amigo. Neste caso, alguns penudos.

São uma beleza, estes amigos do Ventor.

veja como Slideshow

Caminho aqui, com o Ventor e os filhos do Sol

Playlist de Músicas que me contam histórias, no Portal Quico Ventor

Veja, neste link, como o Pilantras apareceu na vida do Ventor

O "Ticas" nos Trilhos do Ventor

O mundo é uma complicação

Seja o mundo dos homens, seja o mundo dos animais, quando uns tentam descomplicar, aparecem outros logo a complicar mais.

A conclusão que eu já tirei, desde que estou junto do Ventor, tem sido isso.

O Ventor diz-me que a complicação, de momento, está em tudo mas, o pior está a ser a austeridade. O Ventor diz-me que não posso estragar nada, senão não vai chegar para os meus amigos. Ele diz-me que temos de partilhar com todos os vira-latas que vão procurando comida por aqui. Essa eu aprendi porque, essa, foi a minha escola - a austeridade!

Por isso, para tentarmos saber os males, desde a raíz, aceitei dedicar-me a observar a História. Daí, procurar coisas novas e seguir a O Ventor e o Passado pelos trilhos que o Quico seguiu e ver tudo o que ele escrevia sobre o Ventor em África. Não vou deixar, tal como fez o Quico, que o Ventor esqueça a África. Também tentarei penetrar nos velhos trilhos da Os Trilhos da Memória. Ele continua a caminhar por aí!

As minhas Músicas no Youtube
**********************************************************

Uma Flor de Adrão

As flores, como me diz o Ventor e o Quico dizia pelos seus Blogs, como tenho visto, são maravilhas deste mundo. O trabalho que nos apresenta as belas flores, é feito pelo nosso amigo Apolo, e com as benesses do Senhor da Esfera.

Para me falar das flores, como estas que há aqui pelo nosso jardim, o Ventor apresentou-me esta beleza azul. O ventor desencantou-a num sítio da serra de Soajo, a que as pessoas chamam Corga da Vagem.

Reparem bem nesta flor! Diz o Ventor, tal como terá dito ao Quico que dentro desta flor está a sua mãe com ele ao colo. Reparem na zona escura, dentro das pétalas!
**************************************************************

Links dos nossos Blogs

Os Blogs do vosso amigo Pilantras
Pilantras - o Ticas - O Ventor, chamou-me, na minha caderneta, Quico Pilantras, mas no dia a dia, quando manda vir comigo, se faço uma coisa mal feita, chama-me Pilantras e se está bem disposto, chama-me Ticas!Aqui, tentarei falar-vos de tudo, um pouco.
Pilantras, nos Trilhos do Ventor - Aqui, vou tentar acompanhar o que o Ventor vai fazendo durante o decorrer da sua (nossa) vida. Não pensem que vai ser fácil!
Pilantras, nos Trilhos do Quico - Neste blog, irei, aos poucos, tentar acompanhar os meandros em que o Quico se metia. Darei continuidade à sua Grande Caminhada e, através dela, tentarei falar de males da História, que sempre apoquentarem o mundo.
O Fotoblog do Pilantras - Por este Blog, farei, com o tempo, passar fotos de flores, de animais e mais motivos, que me pareçam de inteesse, para mim e para o Ventor. E, claro, esperarei que também vão agradando a alguns dos nossos amigos.
*******************************************************
Os Blogs do velho Quico
A Arrelia do Quico - O blog que o Quico dedicou aos seus amigos e denuncou o mundo todas as suas arrelias, originadas neles.
Os Amigos do Quico - Este é o blog que o Quico dedicou, especialmente, aos seus amigos. Aqueles que ele chamou "os filhos do Sol".
Fotoblog do Quico - neste blog o Quico colocava as fotos dos seus amigos que o Ventor trazia para casa.
Ventor em África - Por qui, o Quico colocou muitas das histórias que o Ventor lhe contava das suas caminhadas africanas. Vivendo as Memórias foi o que o Ventor fez com o Quico, recordando vinte e seis meses pelo Continente Negro.
O Ventor e o Passado - Foi a caminhada de todas as caminhadas. Dizia o Quico para o Ventor: "se tu caminhavas tanto, se perdes tantas horas de dia e de noite, com geografias e histórias que os humanos levaram à morte de milhões daqueles que constituem a sua própria espécie, só nos os dois, para nós e para o mundo, vamos com toda a calma, chamar-lhe a Grande Caminhada.
******************************************************
Os Blogs do Ventor
Adrão e o Ventor - Adrão é o berço do Ventor. Foi lá que ele nasceu e viveu os primeiros 15 anos da sua vida. É o blog onde o Ventor fala de si e da sua gente e dos seus lugares de sonhos.
Os Trilhos da Memória - Sempre que o Ventor ia fazer uma caminhada, quando chegava, sentava-se escrevia e falava de tudo ao Quico.
Flores da Vida - As flores que têm acompanhado o Ventor nos últimos anos. O Ventor chamou-lhes, inicialmente, Flores de Inverno porque era Inverno quando o Ventor recomeçou a admirar as flores.
Planeta Azul - Este é o Blog que o Ventor dedica aos temas do nosso Planeta Azul. Uma beleza na nossa Esfera.
Páginas Brancas - Um blog que o Ventor dedicou à classe dos sujos - os políticos!
Rádio Ventor - Este é o blog que o Ventor dedica às músicas para a sua Rádio. O Ventor e o Quico gostavam de música, mas a mim, entra-me por um ouvido e sai-me pelo outro!
Montanhas Lindas - Um dia o Ventor caminhou pelas suas montanhas e chegou à conclusão que, por tudo que já tinha visto, as suas montanhas já eram as mais lindas de todas.
Fotoblog do Ventor - É um espaço onde o Ventor achou por bem, colocar algumas das suas belezas.
Fotoblog de Flores - Neste espaço, o Ventor disse que iria colocando e falando de flores que encontrasse pelas suas caminhadas.
****************************************************************
mais sobre mim
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


blogs SAPO

 
________________________________________________________

Foto de fundo neste Blog: o dragão chinês