Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Bem-vindos aos Blogs do Ticas, este vosso novo amigo na Blogosfera

Venham comigo, com o Quico e com o Ventor

Pilantras - o Ticas
Caminhem aqui com o Ticas, o Ventor e o Quico
Caminhem n'A Grande Caminhada do Ventor
Caminhem também por estes trilhos
O Ticas nos Trilhos do Quico: com o Ventor

O Fotoblog do Pilantras: sempre com as flores

Pilantras - o Ticas: recordarei sempre o Quico

Venham connosco. A Grande Caminhada nunca acaba!



As Castanhas, o Ventor e o S. Martinho

por Pilantras, em 11.11.13

Dia de S. Martinho.

O Ventor ensina-me coisas como antes ensinou ao Quico. Ensinou o Quico a oferecer e a desejar, "castanhas para todos". Já me ensinou a mim também! Eu, tal como o Quico fazia, também vou desejar para todos os que por aqui passarem e também para os que não passarem, "Castanhas para Todos". É bom, até para gatos, saber que toda a gente possa comer castanhas no seu tempo, pelo Outono fora e, tal como o S. Martinho terá feito, festejam o tempo das castanhas. E que melhor dia que o dia de S. Martinho?

 

 
S. Martinho na Catedral de Lucques. As imagens mais populares de S. Martinho de Tours é a partilha da sua capa com um pobre
 
Diz o Ventor que reza a biografia de S. Martinho que, cavalgando nos caminhos da guerra, encontrou um pobre de mão estendida a pedir-lhe esmola. E, como S. Martinho não tinha nada para lhe dar, estando o pobre a tiritar de frio, cortou a sua capa com a espada e deu metade ao pobrezinho.
S. Martinho nasceu em 316 A.D. numa região chamada Panónia, actual Hungria, na cidade de Sabaria, então ocupada pelos romanos. Ele era filho de um Tribuno romano e, aos 15 anos foi integrado na infantaria que o seu pai comandava. S. Martinho foi enviado para a Gália, hoje França e, aos 18 anos abandonou o serviço militar, dedicando-se à religião.
 
 
Relicário de S. Martinho, actualmento exposto no Louvre
 
São Martinho foi bispo de Tours durante 25 anos, e faleceu em 397, no dia 8 de Novembro, na cidade de Candes. As comemorações de S. Martinho são realizadas a 11 de Novembro a data em que foi sepultado em, Tours, França.
Diz-me o Ventor que há vários "S. Martinhos" mas o mais popular de todos é o S. Martinho de Tours (a cidade onde foi bispo) e é um santo muito popular na Europa e por todo o mundo. Só na França, dizem os sabidos, existem cerca de 4.000 igrejas dedicadas a este santo tão popular.
 
 
Representação da morte de S. Martinho por Simone Martini
 
 
S. Martinho de Soajo
 
Soajo, uma das vilas mais antigas de Portugal, também presta a sua homenagem ao nome de S . Martinho, chamando-se, assim, vila de S. Martinho de Soajo. Mas o Ventor que respeita todos os santos não esquece o Santo da festa das castanhas e da água-pé. Por isso, e sempre em honra de S. Martinho, ele gosta de comer castanhas e beber água-pé e gostaria que todos que gostam, tivessem sempre na sua vida, castanhas e água-pé. Mas o Ventor, por isso, não esquece o S. Martinho, as castanhas, a água-pé, nem a Tasca da D. Rita, a tasca mais antiga da Amadora com a sua bateria de barris cheios com o espírito de S. Martinho.
 
 
A Tasca da D. Rita
 
 
 Bateria de pipos com água pé, na Tasca da D. Rita
 
Hoje, o Ventor disse-me que voltou a entrar nesta tasca, para obter a água-pé com que iria regar as nossas castanhas. Ali viu uma menina e a sua mãe e, como não tinha tempo, não lhe perguntou se era ela a neta da Dona Rita, a menina que, com sete anos e, talvez por intermédio de alguém, lhe agradecia ter falado da Tasca da Dona Rita, a tal Tasca mais antiga da Amadora, bem como da sua avó, a Dona Rita, a mulher que fez entrevistas para a SIC e pensa que a TVI mas, disse ao Ventor que gostou muito de falar com ele. Se eras tu Joana, o Ventor deixou um beijinho, esvoaçando no ar, uma das linguagens do Ventor.
Tudo muito bonito, junto do S. Martinho.
Mas, se comemorarem o S. Martinho, nunca se esqueçam que a água-pé, apesar de mais soft, também pode fazer estrago. Portanto, sejam cautelosos a beber água-pé.
Viva o S. Martinho!
O ventor diz que o S. Martinho nunca morrerá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:25


1 comentário

De Tina a 16.11.2013 às 19:40

Passei para dizer um OLÀ... não me esqueci de teu cantinho, embora ultimamente ande um pouco longe de tudo isto!
Beijos pra todos vocês, amigos! Saúde

Comentar post




Sutton Hoo

Parece uma máscara do dia das bruxas mas não é. É uma réplica de um elmo encontrado numa localidade inglesa chamada Sutton Hoo. Dizem ser da Alta Idade Média e foi encontrado numa sepultura de um líder anglo saxão




A Cruz da Vitória

Com este sinal o piedoso é protegido. Com este sinal o inimigo é vencido.

A Cruz da Vitória foi feita por artesãos francos às ordens de Afonso III das Astúrias. Esta cruz converteu-se no símbolo do reino das Astúrias e está guardada na Câmara Santa da Catedral de São Salvador de Oviedo




O Vexiloid de Alexandre Magno



Foi atrás do drapejar deste símbolo que milhares de homens seguiram Alexandre Magno. na Europa (Macedónia, Grécia), na África (Egipto) e na Ásia (através do Império Persa).




Jasão, herói grego

Douris_cup_Jason_Vatican_16545DP.jpg


Jasão, o herói grego que foi com os argonautas buscar o velo de ouro à Cólquida, hoje localidade na Geórgia, no mar Negro. Ele está a ser regurgitado pela serpente ou dragão que guardava o velo. Atena estava a interferir por Jasão


Mais sobre mim

foto do autor






Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.