O Gato Ticas, nos Trilhos do Ventor

O Gato Ticas na Rota de Apolo

Bem-vindos aos Blogs do Ticas, este vosso novo amigo na Blogosfera

Bem-vindos aos meus Blogs e aos do Quico e do Ventor!

Pilantras - o Ticas
Caminhando com o Ticas, caminham sempre com o Quico e com o Ventor
A Grande Caminhada do Ventor, Pelos Blogs do Quico e do Ventor
E agora com os Blogs do Ticas, continuamos todos a caminhar juntinhos
O Ticas nos Trilhos do Quico: observo o Ventor por todos

O Fotoblog do Pilantras: recordarei sempre o Quicas

Pilantras - o Ticas: recordarei sempre o Quicas

Venham connosco. A Grande Caminhada nunca acaba!
Novembro 11 2013

Dia de S. Martinho.

O Ventor ensina-me coisas como antes ensinou ao Quico. Ensinou o Quico a oferecer e a desejar, "castanhas para todos". Já me ensinou a mim também! Eu, tal como o Quico fazia, também vou desejar para todos os que por aqui passarem e também para os que não passarem, "Castanhas para Todos". É bom, até para gatos, saber que toda a gente possa comer castanhas no seu tempo, pelo Outono fora e, tal como o S. Martinho terá feito, festejam o tempo das castanhas. E que melhor dia que o dia de S. Martinho?

 

 
S. Martinho na Catedral de Lucques. As imagens mais populares de S. Martinho de Tours é a partilha da sua capa com um pobre
 
Diz o Ventor que reza a biografia de S. Martinho que, cavalgando nos caminhos da guerra, encontrou um pobre de mão estendida a pedir-lhe esmola. E, como S. Martinho não tinha nada para lhe dar, estando o pobre a tiritar de frio, cortou a sua capa com a espada e deu metade ao pobrezinho.
S. Martinho nasceu em 316 A.D. numa região chamada Panónia, actual Hungria, na cidade de Sabaria, então ocupada pelos romanos. Ele era filho de um Tribuno romano e, aos 15 anos foi integrado na infantaria que o seu pai comandava. S. Martinho foi enviado para a Gália, hoje França e, aos 18 anos abandonou o serviço militar, dedicando-se à religião.
 
 
Relicário de S. Martinho, actualmento exposto no Louvre
 
São Martinho foi bispo de Tours durante 25 anos, e faleceu em 397, no dia 8 de Novembro, na cidade de Candes. As comemorações de S. Martinho são realizadas a 11 de Novembro a data em que foi sepultado em, Tours, França.
Diz-me o Ventor que há vários "S. Martinhos" mas o mais popular de todos é o S. Martinho de Tours (a cidade onde foi bispo) e é um santo muito popular na Europa e por todo o mundo. Só na França, dizem os sabidos, existem cerca de 4.000 igrejas dedicadas a este santo tão popular.
 
 
Representação da morte de S. Martinho por Simone Martini
 
 
S. Martinho de Soajo
 
Soajo, uma das vilas mais antigas de Portugal, também presta a sua homenagem ao nome de S . Martinho, chamando-se, assim, vila de S. Martinho de Soajo. Mas o Ventor que respeita todos os santos não esquece o Santo da festa das castanhas e da água-pé. Por isso, e sempre em honra de S. Martinho, ele gosta de comer castanhas e beber água-pé e gostaria que todos que gostam, tivessem sempre na sua vida, castanhas e água-pé. Mas o Ventor, por isso, não esquece o S. Martinho, as castanhas, a água-pé, nem a Tasca da D. Rita, a tasca mais antiga da Amadora com a sua bateria de barris cheios com o espírito de S. Martinho.
 
 
A Tasca da D. Rita
 
 
 Bateria de pipos com água pé, na Tasca da D. Rita
 
Hoje, o Ventor disse-me que voltou a entrar nesta tasca, para obter a água-pé com que iria regar as nossas castanhas. Ali viu uma menina e a sua mãe e, como não tinha tempo, não lhe perguntou se era ela a neta da Dona Rita, a menina que, com sete anos e, talvez por intermédio de alguém, lhe agradecia ter falado da Tasca da Dona Rita, a tal Tasca mais antiga da Amadora, bem como da sua avó, a Dona Rita, a mulher que fez entrevistas para a SIC e pensa que a TVI mas, disse ao Ventor que gostou muito de falar com ele. Se eras tu Joana, o Ventor deixou um beijinho, esvoaçando no ar, uma das linguagens do Ventor.
Tudo muito bonito, junto do S. Martinho.
Mas, se comemorarem o S. Martinho, nunca se esqueçam que a água-pé, apesar de mais soft, também pode fazer estrago. Portanto, sejam cautelosos a beber água-pé.
Viva o S. Martinho!
O ventor diz que o S. Martinho nunca morrerá.
publicado por Pilantras às 21:25

Passei para dizer um OLÀ... não me esqueci de teu cantinho, embora ultimamente ande um pouco longe de tudo isto!
Beijos pra todos vocês, amigos! Saúde
Tina a 16 de Novembro de 2013 às 19:40

Olhai os Cravos
Porque deixamos morrer os cravos?
Os Penudos do Ventor

O Ventor, tal como sempre, continua a caminhar bem junto dos seus amigo. Neste caso, alguns penudos.

São uma beleza, estes amigos do Ventor.

veja como Slideshow

Caminho aqui, com o Ventor e os filhos do Sol

Playlist de Músicas que me contam histórias, no Portal Quico Ventor

Veja, neste link, como o Pilantras apareceu na vida do Ventor

O "Ticas" nos Trilhos do Ventor

O mundo é uma complicação

Seja o mundo dos homens, seja o mundo dos animais, quando uns tentam descomplicar, aparecem outros logo a complicar mais.

A conclusão que eu já tirei, desde que estou junto do Ventor, tem sido isso.

O Ventor diz-me que a complicação, de momento, está em tudo mas, o pior está a ser a austeridade. O Ventor diz-me que não posso estragar nada, senão não vai chegar para os meus amigos. Ele diz-me que temos de partilhar com todos os vira-latas que vão procurando comida por aqui. Essa eu aprendi porque, essa, foi a minha escola - a austeridade!

Por isso, para tentarmos saber os males, desde a raíz, aceitei dedicar-me a observar a História. Daí, procurar coisas novas e seguir a O Ventor e o Passado pelos trilhos que o Quico seguiu e ver tudo o que ele escrevia sobre o Ventor em África. Não vou deixar, tal como fez o Quico, que o Ventor esqueça a África. Também tentarei penetrar nos velhos trilhos da Os Trilhos da Memória. Ele continua a caminhar por aí!

As minhas Músicas no Youtube
**********************************************************

Uma Flor de Adrão

As flores, como me diz o Ventor e o Quico dizia pelos seus Blogs, como tenho visto, são maravilhas deste mundo. O trabalho que nos apresenta as belas flores, é feito pelo nosso amigo Apolo, e com as benesses do Senhor da Esfera.

Para me falar das flores, como estas que há aqui pelo nosso jardim, o Ventor apresentou-me esta beleza azul. O ventor desencantou-a num sítio da serra de Soajo, a que as pessoas chamam Corga da Vagem.

Reparem bem nesta flor! Diz o Ventor, tal como terá dito ao Quico que dentro desta flor está a sua mãe com ele ao colo. Reparem na zona escura, dentro das pétalas!
**************************************************************

Links dos nossos Blogs

Os Blogs do vosso amigo Pilantras
Pilantras - o Ticas - O Ventor, chamou-me, na minha caderneta, Quico Pilantras, mas no dia a dia, quando manda vir comigo, se faço uma coisa mal feita, chama-me Pilantras e se está bem disposto, chama-me Ticas!Aqui, tentarei falar-vos de tudo, um pouco.
Pilantras, nos Trilhos do Ventor - Aqui, vou tentar acompanhar o que o Ventor vai fazendo durante o decorrer da sua (nossa) vida. Não pensem que vai ser fácil!
Pilantras, nos Trilhos do Quico - Neste blog, irei, aos poucos, tentar acompanhar os meandros em que o Quico se metia. Darei continuidade à sua Grande Caminhada e, através dela, tentarei falar de males da História, que sempre apoquentarem o mundo.
O Fotoblog do Pilantras - Por este Blog, farei, com o tempo, passar fotos de flores, de animais e mais motivos, que me pareçam de inteesse, para mim e para o Ventor. E, claro, esperarei que também vão agradando a alguns dos nossos amigos.
*******************************************************
Os Blogs do velho Quico
A Arrelia do Quico - O blog que o Quico dedicou aos seus amigos e denuncou o mundo todas as suas arrelias, originadas neles.
Os Amigos do Quico - Este é o blog que o Quico dedicou, especialmente, aos seus amigos. Aqueles que ele chamou "os filhos do Sol".
Fotoblog do Quico - neste blog o Quico colocava as fotos dos seus amigos que o Ventor trazia para casa.
Ventor em África - Por qui, o Quico colocou muitas das histórias que o Ventor lhe contava das suas caminhadas africanas. Vivendo as Memórias foi o que o Ventor fez com o Quico, recordando vinte e seis meses pelo Continente Negro.
O Ventor e o Passado - Foi a caminhada de todas as caminhadas. Dizia o Quico para o Ventor: "se tu caminhavas tanto, se perdes tantas horas de dia e de noite, com geografias e histórias que os humanos levaram à morte de milhões daqueles que constituem a sua própria espécie, só nos os dois, para nós e para o mundo, vamos com toda a calma, chamar-lhe a Grande Caminhada.
******************************************************
Os Blogs do Ventor
Adrão e o Ventor - Adrão é o berço do Ventor. Foi lá que ele nasceu e viveu os primeiros 15 anos da sua vida. É o blog onde o Ventor fala de si e da sua gente e dos seus lugares de sonhos.
Os Trilhos da Memória - Sempre que o Ventor ia fazer uma caminhada, quando chegava, sentava-se escrevia e falava de tudo ao Quico.
Flores da Vida - As flores que têm acompanhado o Ventor nos últimos anos. O Ventor chamou-lhes, inicialmente, Flores de Inverno porque era Inverno quando o Ventor recomeçou a admirar as flores.
Planeta Azul - Este é o Blog que o Ventor dedica aos temas do nosso Planeta Azul. Uma beleza na nossa Esfera.
Páginas Brancas - Um blog que o Ventor dedicou à classe dos sujos - os políticos!
Rádio Ventor - Este é o blog que o Ventor dedica às músicas para a sua Rádio. O Ventor e o Quico gostavam de música, mas a mim, entra-me por um ouvido e sai-me pelo outro!
Montanhas Lindas - Um dia o Ventor caminhou pelas suas montanhas e chegou à conclusão que, por tudo que já tinha visto, as suas montanhas já eram as mais lindas de todas.
Fotoblog do Ventor - É um espaço onde o Ventor achou por bem, colocar algumas das suas belezas.
Fotoblog de Flores - Neste espaço, o Ventor disse que iria colocando e falando de flores que encontrasse pelas suas caminhadas.
****************************************************************
mais sobre mim
Novembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


blogs SAPO

 
________________________________________________________

Foto de fundo neste Blog: o dragão chinês