Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pilantras com o Ventor

O gato Ticas, nos trilhos do Ventor

Pilantras com o Ventor

O gato Ticas, nos trilhos do Ventor

A morte do rei Artur



Pilantras.jpg

Pilantras - o Ticas

Eu sou o Pilantras - conhecido por Ticas, aquele gato amigo do Ventor a quem devo a vida e por isso lhe chamo dono.


Bem-vindos aos Blogs deste vosso novo amigo na Blogosfera.

Caminharei por aqui com o Ventor nas suas caminhadas, por este belo Planeta Azul

Não esquecerei, também, de acompanhar o Ventor nas suas caminhadas africanas, onde nos fala daqueles animais fabulosos que, na sua linguagem, nos dizem todos os dias que aquele continente também é deles.


Acompanharei, ainda, o Ventor nas suas caminhadas pela escuridão dos milénios, bem como não esquecerei as arrelias que o Quico teve com as desventuras dos seus amigos. E, claro, tenho um belo  Fotoblog, onde vos mostrei muitas das fotos do Ventor.



09.05.20

Por outros Mundos


Pilantras

Cada vez que descubro rascunhos do velho Quico, apetecia-me sair de casa e ir descobrir mundos. Já imaginaram por onde o Ventor caminhou. O Quico diz-me, por aqui, que o Ventor caminhou mesmo pelo rio Eufrates, no actual Iraque, com a sua amiga Diana e até tem mapas por onde ele andou. Mas o Ventor só lhe falava do Eufrates. Será que não lhe falou do rio Tigre também?

Hammurabi's_Babylonia_PT.svgDP.png

Olhando estes traçados azuis no mapa dos rios que representavam e representam os territórios da Suméria, de Babilónia e do actual Iraque, quem pensará que hoje a maior composição daqueles territórios, é desértica?

Tenho de tentar encontrar mais rascunhos do Quico para continuar as suas conversas sobre os locais desses tempos.

08.05.20

Torre de Babel


Pilantras

O Ventor falou-me da Torre de Babel. Disse-me que o Senhor da Esfera, tramou a malta que sobreviveu ao dilúvio, com o tempo, formou vários grupos e que entenderam chegar ao céu mas não sabia como. Por isso, construíram um zigurante muito alto, tanto quanto puderam e iam colocando sempre mais tijolos e mais, e mais, e ... mais! 

Torre de BabelDP.jpg

Torre de Babel

Essa malta falava toda a mesma língua e entendiam-se muito bem. Mas o Senhor da Esfera achou-os parvos e decidiu trama-los. «Com que então querem chegar muito alto, não é? Querem vir até mim»!? O Senhor da Esfera achou que arranjaria uma maneira de chatear aquela gente e parecia ao Ventor que Ele já estava arrependido de ter ordenado ao Noé, para construir a barcaça. Arranjou maneira de eles não se entenderem. Começaram a mandar vir uns com os outros e houve um que, como não os entendia e verificou que também não o entendiam, disse aos seus homens para mandarem a torre às malvas e saíssem dali. Cada grupo foi à sua vida e, preferencialmente, para longe da torre.

Por causa da mania da construção da Torre de Babel, ainda hoje o Ventor anda chateado. Ele levantou-se e quando estava a comer o pequeno almoço ligou o ipad, como sempre faz, para ouvir as notícias na TV. Todos sabem tudo sobre o Covid-19 mas, ao fim e ao cabo, ninguém sabe nada. São russos, são americanos, são chineses, são alemães, ingleses, japonesas, portugueses e por aí fora. Vê lá Pilantras que, diz-me o Ventor, até os cães da vizinhança falam sobre o Covid-19!

Diz que está farto de tanta teoria na perseguição a esse malvado vírus. Ele desligou o ipad e disse: "dêem-me uma fisga decente e eu mato esse gajo com uma só pedra"! Se a fisga entra cá em casa estou lixado. Só espero que ele não a vire contra mim. Já não se pode falar do Covid-19 ao pé dele. 

Isto está a ficar mau! Ainda ontem estava um cão no meio da avenida a dizer para outro: «morde o gajo, pá"! «Qual gajo»? "Essa coisinha minúscula que está a passar por ti". O outro que não via coisinha nenhuma, disse: «estou feito cotigo, até pareces o meu dono. Já vê o vírus em todo lado»! Chiça!!!